Novembro 21, 2017

Homeopatia

Homeopatia, assim conhecida, é uma medicina que foi desenvolvida há cerca de 300 anos pelo médico alemão Dr. Samuel Hahnemann. Esta medicina difere da medicina alopática (medicina convencional) em diversos aspetos, nomeadamente na abordagem do paciente e na terapêutica específica que utiliza. A medicina homeopática olha para o organismo como um todo, retirando do quadro de sintomas a informação para a escolha de um medicamento, medicamento esse preparado de forma específica de diluição e dinamização.

Pelo facto da ação do medicamento homeopático ser vibracional, ou seja, atuar para além dos processos bioquímicos do organismo, não conseguíamos provar a sua eficácia laboratorialmente, apenas se foi verificando a sua ação com as provas, quer na experimentação do medicamento em pessoas saudáveis, quer nos resultados obtidos  positivamente em pessoas doentes. Felizmente, com os avanços da tecnologia, podemos hoje verificar por meio de equipamentos de biorressonâcia, quântica ou até por fotografia de kirlian que o medicamento homeopático não é apenas água e álcool ou grãos de sacarose, ele possui uma carga vibracional (eletro-magnética / energética) de informação que atua não só no corpo humano, mas em todos os organismos vivos, comprovado nomeadamente em animais irracionais e plantas.

O organismo como um todo, cada pessoa como um ser único! 

Cada pessoa é única, então a sua forma de equilíbrio também é única e assim o medicamento escolhido também o é. Cada pessoa seu medicamento! Em homeopatia não existem doenças, apenas pessoas doentes. Sabemos que ao longo dos anos, milhares de pessoas que procuraram a medicina homeopática e tomaram os seus medicamentos, obtiveram melhorias significativas.